Ads Top

Surpresa. A última imagem da sonda Rosetta, que orbitou o cometa por 2 anos

A imagem tem uma escala de 2 mm/pixel e mede cerca de 1 metro de diâmetro. Créditos: ESA/Rosetta/MPS for OSIRIS Team MPS/UPD/LAM/IAA/SSO/INTA/UPM/DASP/IDA
Os dados finais de telemetria da sonda foram analisados pela equipe responsável pela câmera e eles conseguiram reconstruir essa imagem que agora é tida como a última enviada pela espaçonave. 

"A última imagem completa transmitida da Rosetta foi a última que vimos chegar de volta à Terra antes do pouso", disse Holger Sierks, pesquisador responsável pela câmera OSIRIS no Instituto Max Planck, em Göttingen, Alemanha.

"Mais tarde, encontramos alguns pacotes de telemetria em nosso servidor e pensamos que poderia ser outra imagem".

Durante as operações, as imagens foram divididas em pacotes de telemetria antes de serem transmitidos para a Terra. No caso das últimas imagens tiradas antes do pouso, os dados da imagem, correspondentes a 23.048 bytes por imagem, foram divididos em seis pacotes.

Essa é uma imagem indicando os locais aproximados de algumas das imagens finais da Rosetta. Nota-se que, devido a diferenças de tempo e geometria de visualização entre imagens consecutivas neste gráfico, a iluminação e sombras variam. Superior à esquerda: uma visão global do Comet 67P / Churyumov-Gerasimenko mostra a área em que Rosetta tocou na região de Ma'at nos pequenos lóbulos de cometas.Esta imagem foi tirada pela câmera OSIRIS em um ângulo fechado, no dia 5 de agosto de 2014 a uma distância de 123 km. Imagem superior direita: uma imagem tirada pela câmera OSIRIS em um ângulo fechado de uma altitude de 5,7 km, durante a descida da Rosetta em 30 de setembro de 2016. A escala da imagem é de cerca de 11 cm/pixel e a imagem mede cerca de 225 metros de diâmetro. O local de pouso, chamado Sais, é visto na parte inferior direita da imagem e está localizado dentro de um poço antigo e raso. O terreno exposto e sem poeira é visto nas paredes do poço e nas margens do penhasco. Observe que a imagem é girada 180º em relação à imagem em um contexto global no canto superior direito. No meio: uma imagem da câmera com grande ângulo tirada de uma altitude de cerca de 331 metros durante a descida da Rosetta. A escala da imagem é de cerca de 33 mm/pixel e a imagem mede cerca de 55 metros de diâmetro. A imagem mostra uma mistura de material grosso e de grão fino. A parte inferior direita: a penúltima imagem, que foi a última imagem completa tirada e devolvida pela Rosetta durante sua descida, a partir de uma altitude de 24,7 ± 1,5 m. A parte inferior esquerda: a imagem final, reconstruída após o pouso da Rosetta, foi tomada a uma altitude de 19,5 ± 1,5 m. A imagem tem uma escala de 2 mm/pixel e mede cerca de 1 metro de diâmetro.  Créditos: ESA/Rosetta

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.