Ads Top

Uma turma de buracos negros na galáxia Andrômeda


Dados provenientes do Observatório Espacial de raios-X Chandra foram usados para descobrir 26 candidatos a buracos negros na galáxia vizinha, Andrômeda. Esse é o maior número de buracos negros encontrados fora da Via Láctea. 

Uma equipe de pesquisadores, liderada por Robin Barnard, da Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics (CfA), utilizou 152 observações feitas pelo Chandra em um intervalo de 13 anos para encontrar 26 candidatos a novos buracos negros. 

Essa imagem sobre Andrômeda contêm dados ópticos do telescópio Burrell Schmidt do Observatório Swansey no cume Kitt, no Arizona. Outros detalhes a respeito do núcleo e da poeira encontrada no braços espiralados vêm de imagens capturadas pelo astrofotógrafo Vicent Peris, utilizando dados de dois telescópios particulares. 

A imagem combinada contêm dados de raios-X de várias observações realizadas pelo Chandra da região central de Andrômeda. Nessa imagem, 28 dos 35 buracos negros estão visíveis. Os outros 7 candidatos podem ser vistos clicando aqui.


Sete dos 35 candidatos a buracos negros estão a menos de mil anos-luz do centro da galáxia Andrômeda (a parte tracejada em azul indica essa área). Isso é mais do que o número de candidatos a buracos negros com propriedades parecidas localizados perto do centro da Via Láctea. Contudo, isso não é surpresa para os astrônomos, já que a quantidade de estrelas no centro de Andrômeda é maior, possibilitando que mais buracos negros se formem.

Nove de 10 candidatos previamente identificados estão associados a aglomerados globulares - concentrações antigas de estrelas distribuídas em um formato esférico no centro da galáxia. 

Os resultados dessa pesquisa estão disponíveis on-line e foram publicados no dia 20 de Junho no Astrophysical Journal



[Tradução: Diogo Furlan - no Facebook/Instagram como: @difurlan1]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.