Ads Top

Cientistas simulam a mítica chuva de diamantes de Netuno


Pesquisadores recriaram as condições internas de gigantes gasosos - Urano e Netuno - provando que é possível haver chuva constante de diamantes. 

Isso é possível por que nas profundezas dos gigantes de gelo combinam-se temperaturas congelantes e uma pressão muito grande, formando, assim, estranhos padrões climáticos. A alguns quilômetros abaixo do topo de suas atmosferas, átomos de hidrogênio e carbono estão sendo espremidos pelo peso da pressão até se solidificarem. Assim, cristais de carbono  e hidrogênio são precipitados para o interior do planeta. 

Grosso modo, esses planetas experimentam uma pressão tão intensa que lá "chove diamantes". Porém, ninguém foi até lá verificar isso. Ou seja, é uma teoria com base em dados. Mas um grupo de cientistas foi além quando conseguiram recriar em laboratório as condições extremas desses ambientes, produzindo a mítica chuva de diamantes. 

Eles especulam que os diamantes formados dentro dos gigantes gasosos tenham centenas ou até milhares de quilos.

Para formar os diamantes em laboratório, pesquisadores utilizaram um laser poderoso para criar duas ondas de choque em um plástico. O plástico foi projetado para simular alguns dos compostos mais comuns encontrados nas camadas mais profundas dos gigantes de gelo. Quando ele é atingido pelo laser, a onda de choque se sobrepõem para formar uma região onde a pressão é extrema, formando, assim, os diamantes. 

"Anteriormente, os pesquisadores podiam presumir que os diamantes eram formados," disse o principal autor da pesquisa, Dominik Kraus. "Foi um dos melhores momentos da minha carreira quando eu pude ver os resultados do último experimento."

Infelizmente, isso será o mais próximo que poderemos ver de uma chuva de diamantes, pois não há a possibilidade de enviar uma espaçonave para um local onde a pressão é tão extrema. Ela seria despedaçada antes mesmo de alcançar e registrar esse evento.




[Tradução: Diogo Furlan - no Facebook/Instagram como: @difurlan1] 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.