Ads Top

Kepler-22b - Planetas Extrassolares, Capítulo 5


Kepler-22b está dentro da zona habitável de sua estrela, a cerca de 600 anos-luz da Terra.



Histórico de pesquisas

No Encontro da American Astronomical Society em 2016, foi demonstrado os resultados de simulações de exoluas no sistema, para ver quão habitável elas podem ser. (Os autores concluíram que “sistemas de satélites também podem dar suporte à vida,” de acordo com o artigo). Embora não tenha sido encontrado evidências de nenhuma lua no sistema.

Contudo, a habitabilidade de Kepler-22b não é necessariamente certa. Ele apenas está listado como um planeta potencialmente habitável no Catálogo de Exoplanetas Habitáveis (que é um projeto do Laboratório de Habitabilidade Planetária da Universidade de Porto Rico, no Arecibo). Ele está incluso numa lista “otimista” de planetas habitáveis que podem não ser rochosos, que podem não incluir água líquida ou podem orbitar na borda da zona habitável. 



Pesquisas futuras

Espera-se realizar outras observações com a futura geração de telescópios, iniciando pelo Telescópio Espacial James Webb.


A estrela hospedeira


No Congresso Científico do Planetário Europeu em 2015, observaram que a estrela Kepler-22 varia consideravelmente em sua produção de energia, o que afetaria sua habitabilidade.


Outras informações a respeito da estrela hospedeira:

Idade: 4 bilhões de anos.
Massa: 0.97 vezes a massa do Sol.
Raio: 0.98 vezes o raio do Sol.
Tipo Espectral: G5

Temperatura superficial: 5.244 °C





Fontes: 
1- NASA 
2- NASA
3 - NASA 
4- Wikipedia


[Edição: @difurlan1]


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.