Ads Top

Está chegando a hora da vida alienígena ser descoberta? O Telescópio James Webb "mudará o mundo para sempre".

2018 é o ano que o Telescópio Espacial James Webb (JWST) será lançado ao espaço. Ao menos essa é a agenda. Com essa nova geração de telescópios, astrônomos consideram que este instrumento é a sua melhor esperança para encontrar vida além da Terra. O JWST é o sucessor do Telescópio Hubble e é muito mais poderoso.

O sucessor do Hubble irá nos ajudar a ver mais além no espaço, bem como medir mais precisamente a quantidade de água, dióxido de carbono e outros componentes na atmosfera de um exoplaneta. Ele vai mostrar aos pesquisadores detalhes mais minuciosos sobre o tamanho e a distância destes planetas em relação à suas estrelas hospedeiras. Estes são aspectos muito importantes na busca de planetas parecidos com a Terra.


Com isso, o grandioso telescópio, que tem um espelho enorme para captar a luz proveniente do espaço, está sendo considerado como a melhor chance para se encontrar vida alienígena até então.

Com o lançamento planejado já para o próximo ano, os astrônomos dizem ser apenas uma questão de tempo antes que a vida alienígena seja finalmente descoberta.

Matt Mountain, diretor e cientista no Instituto de Ciência do Telescópio Espacial em Baltimore, disse: "O que não sabíamos há cinco anos é que talvez 10 a 20 por cento das estrelas em torno de nós têm planetas do tamanho da Terra em suas zonas habitáveís.

Está ao nosso alcance descobrir algo que vai mudar o mundo para sempre.


"Será uma parceria contínua entre a NASA, os EUA e os esforços espaciais internacionais, assim como exemplificado pelo projeto do Telescópio Espacial James Webb, para construir a próxima ponte para o futuro da humanidade". O Sr. Mountain acrescentou: "Imaginem o momento em que encontramos a marca da vida. Imaginem o momento quando o mundo acordar e a raça humana perceber que a era de solidão no tempo e no espaço pode ter terminado, com a possibilidade de não estarmos mais sozinhos no universo".

O James Webb poderá ver o sistema TRAPPIST-1 com mais detalhes.
Enquanto o James não é lançado ao espaço, o Hubble já o auxilia procurando por planetas afim de deixar um caminho mais fácil. Em alguns casos, o Webb vai precisar "apenas" mirar e calibrar para poder inspecioná-los mais minuciosamente.

Aguardemos.


[Tradução e adaptação: @difurlan1]




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.