Ads Top

Astronomia, Astrofísica e Astrologia

Astronomia e astrofísica são as ciências que nos ajudam a entender o funcionamento das estrelas e galáxias. Créditos: ESO

Provavelmente você já ouviu os termos astronomia, astrofísica e astrologia e se perguntou o que eles significam. Os dois primeiros são nomes de disciplinas científicas específicas. Eles são usados com frequência de forma ​​indistinta, mesmo que tenham significados diferentes. O terceiro refere-se a um hobby ou jogo. É erroneamente usado por muitas pessoas para se referir à astronomia. No entanto, não há base científica na prática atual da astrologia e não deve ser confundida com uma ciência.

Vamos dar uma olhada mais detalhada em cada um desses assuntos.


ASTRONOMIA E ASTROFÍSICA

A diferença entre "astronomia" (literalmente "lei das estrelas" em grego) e "astrofísica" (derivada de duas palavras de origem grega para "estrela" e "física") vem do que as duas disciplinas estão tentando realizar.

A Astronomia descreve os movimentos e origens dos corpos celestes (estrelas, planetas, galáxias, etc.). Ela também se refere ao assunto que você estuda quando você quer aprender sobre esses objetos e se tornar um astrônomo. Os astrônomos estudam a luz que emana ou reflete de objetos distantes.

A Astrofísica é literalmente a física de vários tipos diferentes de estrelas. Ela aplica os princípios da ciência para descrever a física dos processos envolvidos na criação de estrelas e galáxias, bem como aprender o que impulsiona suas mudanças evolutivas. Astronomia e astrofísica estão definitivamente inter-relacionadas, mas estão claramente tentando responder a diferentes perguntas a respeito dos objetos que estudam.

Pense na astronomia assim:"Eis aqui o que são todos esses objetos", e na astrofísica dessa forma: "Eis como funcionam todos esses objetos".

Apesar de suas diferenças, os dois termos se tornaram um pouco sinônimo nos últimos anos. Isso pode ser atribuído ao fato de que a maioria dos astrônomos recebem o mesmo treinamento que os astrofísicos, incluindo a conclusão de um programa de pós-graduação em física (embora existam muitos programas de astronomia pura muito bons sendo oferecidos).

Grande parte do trabalho realizado no campo da astronomia requer a aplicação de princípios e teorias astrofísicas. Assim, embora haja diferenças nas definições dos dois termos, na aplicação é difícil distinguir entre eles. Se você estuda astronomia no colegial ou na faculdade, aprenderá primeiro temas puramente astronômicos: movimentos de objetos celestes, suas distâncias e suas classificações. Para compreendê-los, você precisa estudar física e eventualmente astrofísica. 


ASTROLOGIA

Astrologia (literalmente "estudo de estrelas" em grego) e é amplamente considerada como uma pseudociência. Ela não estuda as características físicas de estrelas, planetas e galáxias. Não se preocupa com a aplicação dos princípios da física aos objetos com os quais se trata e não tem leis físicas que ajudem a explicar suas descobertas. Na verdade, há muito pouco de "ciência" na astrologia. Seus praticantes, chamados astrólogos, simplesmente usam as posições das estrelas, dos planetas e do Sol para prever as características individuais, os assuntos e o futuro das pessoas. É em grande parte semelhante à adivinhação, mas com uma "maquiagem" científica na forma de astronomia para dar-lhe algum tipo de legitimidade.

Na verdade, não há uma maneira de usar estrelas e planetas para dizer algo sobre a vida de uma pessoa.

Embora a astrologia não tenha base científica, ela desempenhou um papel preliminar no desenvolvimento da astronomia. Isso ocorre porque os primeiros astrólogos também eram astrônomos que estudavam as posições e movimentos de objetos celestiais. Eles usaram seu conhecimento do céu para "prever" acontecimentos futuros, principalmente por razões políticas e religiosas.

A astrologia divergiu da astronomia como uma prática científica durante o Iluminismo, quando os estudos científicos se tornaram mais rigorosos e ficou claro que nenhuma força física poderia ser medida emanando de estrelas ou planetas que pudessem explicar as afirmações da astrologia.

Em outras palavras, a posição do Sol, da Lua e dos planetas no nascimento de uma pessoa não tem efeito sobre seu futuro ou personalidade.

Atualmente, a maioria das pessoas sabem que a astrologia é praticamente um jogo. Exceto pelos astrólogos que ganham dinheiro com sua "arte", as pessoas instruídas sabem que os chamados efeitos místicos da astrologia não têm base científica real e nunca foram detectados por astrônomos e astrofísicos.

Ou seja, charlatanismo.


Fonte: ThoughtCo.

[Tradução: @difurlan1]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.