Ads Top

Duas Agências farão pousos históricos em Marte essa semana

A Agência Espacial Européia (ESA) fez uma parceria com agência russa, Roscosmos, para pousar uma nave espacial em Marte na quarta-feira, dia 19 de Outubro.



Se eles acertarem o pouso, eles se juntarão a NASA como as únicas agências espaciais na história a pousar com sucesso uma nave espacial em Marte. E isso será o começo - a sonda irá iniciar uma nova missão à procura de sinais de vida no planeta vermelho.

Se obtiverem sucesso no pouso, veremos as agências colocarem uma nave na atmosfera de Marte e outra na superfície, dando aos cientistas uma rara oportunidade de registrar as condições acima e abaixo no planeta, simultaneamente.

O plano é o seguinte: em 16 de Outubro, a espaçonave Russa-Européia, ExoMars, se dividirá em duas partes: o orbitador Trace Gas Orbiter (TGO) e o pousador Schiaparelli.

ExoMArs 2020: Orbitador e o rover
O orbitador tem o trabalho mais fácil - Ele precisa sobrevoar a órbita de Marte. O pousador Schiaparelli, por outro lado, tem 3 dias para preparar um pouso perfeito.

Isso envolve a utilização de um radar à bordo da nave Schiaparelli para monitorar a altura em que a nave se encontra acima da superfície do planeta vermelho, iniciando os trabalhos a 7 km, depois acionando paraquedas e por fim o sistema de ouso a 2 metros do solo.

Neste ponto, a nave precisará se desfazer de sua proteção no melhor estilo escudo térmico. Essa proteção é dividida em duas partes. Uma protege da frente até o meio da nave, enquanto outra parte protege do meio até a calda da nave. Essa concha rígida é um escudo contra o calor e poeira interplanetária. A nave ainda precisa se controlar por seus sensores de descida e calcular quando acionar o para-quedas.

Três grupos de propulsores utilizarão como combustível a hidrazina para que a nave possa controlar sua descida [assim como os foguetes da SpaceX fazem: autonomamente eles pousam em um ponto pre determinado.]


E se pra você isso soa como uma tarefa muito difícil... então você acertou. Michael Denis é o chefe de voo da Agência Espacial Europeia. Ele explica que apenas o fato de realizarem o upload das instruções para a nave ExoMars já foi uma conquista por si só.

Realizar o upload das sequências de instruções é um marco que foi conquistado seguindo o grande acordo de cooperação intensa entre a equipe da missão de controle e os especialistas da indústria," disse ele.

Isso significa que o controle da missão no momento do pouso estará absolutamente nas mãos do software da espaço nave.


A sequencia toda está pre-programada e a Schiaparelli tem apenas uma chance. Não há o que fazer caso algo dê errado no meio do caminho.

Isso significa que se o módulo que irá pousar estiver em um ângulo ligeiramente errado, a nave pode entrar muito rápida na atmosfera e esturricar ou nem chegar a entrar na atmosfera e se perder no espaço interplanetário.

Tanto russos quanto europeus já tentaram pousar em marte no passado, mas não em uma missão em conjunto. E nas vezes que tentaram, ambos falharam e consequentemente as missões foram um desastre. Mas agora eles tem a chance de realizarem esse feito juntos. Será que vai dar tudo certo?

A Missão ExoMars está dividida em duas partes: a primeira será essa semana e será a parte do pouso (assim esperamos!), enquanto que a segunda está agendada para 2020, quando o módulo pousador construído pela Roscosmos, chamado de ExoMars 2020, liberará em solo marciano o ExoMars Rover, feito pela ESA.

Se tudo correr bem, nos próximos 4 anos nós teremos mais dois exploradores em solo marciano. Se realmente há sinais de vida escondido em algum lugar no planeta vermelho, cabe a estes pequenos robôs a tarefa de encontrá-lo(s).


O pouso está programado para acontecer na quarta-feira, dia 19 de Outubro. 


Fonte: http://www.sciencealert.com/two-space-agencies-will-attempt-an-historic-mars-landing-next-week

[Tradução: @difurlan1]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.