Ads Top

Sabe aquelas imagem de galáxias, nebulosas e afins que você acha incríveis?

Muitas vezes elas dão muito trabalho para serem vistas dessa forma, cheia de cores e com uma quantidade significativa de matéria aparente. Por que?

Bem, por que você e eu enxergamos apenas uma fração do que pode ser visto se não combinarmos alguns comprimentos de ondas da luz, como feito na imagem abaixo.

Nossos olhos já são uma obra prima, isso é incontestável. Porém, a luz que eles consegues absorver é quase nada se comparado ao que poderíamos enxergar se outros comprimentos de onda pudessem ser perceptíveis aos nossos olhos, como, por exemplo, se pudéssemos enxergar raios-x, ondas de rádio, raios-gama, infravermelho ou ultravioleta.





(NASA/ESO: Galáxia Centaurus A)

A galáxia elíptica Centaurus A, a 11 milhões de anos-luz daqui, é a galáxia ativa mais
próxima da Terra. A imagem composta, cheia de cores e tal, é, na verdade, uma combinação de imagens produzidas por diferentes telescópios: 

Raio-X (Telescópio Chandra)
Óptico (Telescópio da ESO) 
Rádio (Telescópio VLA)


A mistura de gás e poeira em Centaurus A é bem intensa. Mas com telescópios próprios, neste caso de raios-x e radio, podemos visualizar partículas de alta energia emanando do centro dessa galáxia.  Sem essa combinação de comprimentos de ondas eu e você poderíamos ver apenas a imagem óptica, por que nossos olhos são limitados ao espectro visível, aqueles comprimentos de ondas que compões o arco-íris, do vermelho ao violeta. 


Um pouco mais sobre Centaurus A

A fonte que emana essas partículas é um buraco negro que tem uma massa equivalente a 10 milhões de Sóis. Feixes de radiação que saem do buraco negro "rasgam" o cosmos e se estendem por 13 mil anos-luz. Outras fontes de raios X são provenientes de estrelas binárias compostas por estrelas de nêutrons ou matéria estelar de buracos negros. Esse núcleo ativo de Centaurus A é provavelmente o resultado de uma fusão com uma  galáxia espiral, ocorrida há 100 milhões de anos. 



@difurlan1





























Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.