Ads Top

Camadas de neve de metano nos cumes de Plutão: 
No extremo sul de Plutão – onde a sonda New Horizons pôde fotografar durante a sua maior aproximação do planeta em Julho de 2015 – contém uma vasta área de características geológicas fascinantes, e oferece algumas pistas sobre o que provavelmente está escondido nessas regiões cercadas por escuridão.

A área mostrada à cima é o escuro sul da linha equatorial de Plutão, informalmente chamada de região Cthulhu, enquanto o sudoeste das vastas planícies compostas de nitrogênio sólido é informalmente chamado de Sputnik Planum ou Sputnik Planitia, tais áreas recentemente foram redesenhadas pelo time de cientistas da missão New Horizon para refletir mais acuradamente as baixas elevações das planícies.

O norte está no topo; no oeste da imagem, uma série de claras montanhas se estende do norte em direção à região Cthulhu. As montanhas se apresentam como montanhas cobertas de neve tais quais as da Terra. Mas os dados de composição da New Horizon indicam que essas claras camadas de neve sobre essas montanhas não são água, mas metano atmosférico que foi condensado como uma geada sobre essas superfícies de alta elevação. Entre algumas montanhas há vales precisamente cortados – indicados pelas setas brancas a baixo. Cada um desses vales medem aproximadamente uns poucos quilômetros de largura e umas dezenas de quilômetros de comprimento.
Um sistema de vale numa vasta planície para o leste (seta azul) parece estar ramificado, com menores vales passando por dentro. Os cientistas da New Horizons pensam que um fluxo de nitrogênio congelado que uma vez cobriu esta área – talvez quando o gelo em Sputnik estava numa elevação mais alta – deve ter formado estes vales. A área é também marcada por depressões irregulares e planas (setas verdes) que medem mais de 80 quilômetros de diâmetro e quase três quilômetros de profundidade. As grandes dimensões dessas depressões sugerem que elas devem ter sido formadas quando a superfície colapsou, ao em vez de ter sido através da sublimação do gelo para dentro da atmosfera. 

Fonte: https://www.nasa.gov/feature/pluto-s-methane-snowcaps-on-the-edge-of-darkness 

[Tradução e adaptação: @jonathantorres19]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.